FUMAS | http://fumas.jundiai.sp.gov.br

Fazenda Grande

O loteamento Fazenda Grande foi uma das conquistas habitacionais do município de Jundiaí. Através da Lei Municipal nº 5.293, o município foi autorizado a alienar todo o loteamento Fazenda Grande (Parque Antonieta Chaves Cintra Gordinho) à FUMAS, cujo convênio foi feito com a Jundiaí Cooperativa Habitacional (JCH), com recursos do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviços (FGTS), através do Programa “Imóvel na Planta”, da Caixa Econômica Federal (CAIXA).

Para participar do sorteio, os moradores do empreendimento tinham de preencher alguns requisitos como: ser cadastrado na Fumas, possuir renda familiar não superior a 10 (dez) salários mínimos e não ser possuidor de qualquer título de imóvel. O loteamento tem área total de 694.934,10 m², dos quais 418.791,61 m² foram reservados para lotes, com áreas com destinação exclusiva de uso comercial e de serviços. Ao todo, foram construídas 2277 unidades habitacionais no Fazenda Grande.

Implantação

A primeira fase do empreendimento foi entregue em outubro de 2002, com construção de 464 unidades habitacionais geminadas. Dessas, 164 possuem um dormitório (32,20 m²) e 300 contam com dois dormitórios (41,72 m²). Na mesma ocasião, um centro comunitário com 289,44 m² foi entregue à população.

A segunda fase foi entregue em 2004, com 534 unidades não geminadas, sendo 228 unidades com um dormitório (36,02 m²), 198 com dois dormitórios (44,85 m²) e 108 com três dormitórios (54,37m²), além de outro centro comunitário. Já na terceira fase do empreendimento foram entregues 567 unidades habitacionais não geminadas, sendo 509 unidades com dois dormitórios (44,85m²) e 58 unidades com três (54,37m²), e um terceiro centro comunitário. Em maio de 2009 foram entregues mais 213 unidades habitacionais com dois dormitórios (44,85m2). Em 2012, mais 364 unidades foram entregues e, em 2013, as últimas 135 unidades.

Infraestrutura e Equipamentos do Loteamento

O loteamento popular “Fazenda Grande” conta com rede de água potável, rede de esgoto sanitário, rede de águas pluviais, rede de energia elétrica, iluminação pública, guias e sarjetas, pavimentação asfáltica, arborização e paisagismo (áreas verdes). A disposição final dos efluentes de esgotos é interligada ao interceptor e tratada na Estação de Tratamento der Esgoto (ETE).

Os moradores do local têm à disposição uma creche (EMEB Dr. Edwad Aleixo de Paula), duas escolas municipais (EMEB Profª Benedita Alzira de Moraes Camunhas e EMEB Prof. Nassib Cury) , uma escola estadual (EE Bairro Fazenda Grande), uma unidade básica de saúde e um reservatório de água com capacidade para 1.173.000 litros.

O município também construiu uma passagem sob a Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, que possibilita o acesso rápido e seguro ao Bairro Eloy Chaves.