FUMAS | http://fumas.jundiai.sp.gov.br

Residencial Camélia, o primeiro empreendimento do Viver Aqui

Publicada em 23/08/2017 às 14:00

A partir da semana que vem, a Fundação Municipal de Ação Social (FUMAS) começará a chamar os inscritos no Programa Viver Aqui para apresentar o projeto do Condomínio Residencial Camélia, o primeiro empreendimento habitacional do programa, com previsão de obras a iniciarem no último trimestre de 2017.

O condomínio de apartamentos será construído na Vila Padre Renato, região do Parque Centenário, com 36 unidades habitacionais de 46m2. Os inscritos nos quatro grupos da faixa de 1 a 3 salários mínimos do Programa Viver Aqui serão convocados a comparecer na FUMAS nos próximos dias, para conhecer as condições do empreendimento, que incluem o pagamento de um valor de entrada para dar início ao financiamento.

“Atenderemos as pessoas pela ordem de classificação, seguindo os critérios estabelecidos no Viver Aqui para cada um dos quatro grupos”, explica a superintendente da FUMAS, Solange Marques. “Os critérios do financiamento são da própria Caixa Econômica Federal e caberá à FUMAS fazer a triagem dos inscritos, incluindo uma simulação dos valores das parcelas de financiamento e a conferência da comprovação dos documentos mencionados pelo titular no momento da inscrição no programa”, salienta.

O valor do apartamento está estipulado em R$ 145.406,00, conforme especificado na Lei N° 8605, de 16/03/2016, e as condições de entrada, assim como os valores das parcelas, serão calculados de acordo com a renda salarial familiar apresentada pelo interessado. Para este condomínio, será levado em conta apenas as rendas estipuladas em até 3 salários mínimos líquidos vigentes, conforme estabelecido pela lei que autorizou o empreendimento habitacional de interesse social para a Vila Padre Renato.

Inscritos no Programa Viver Aqui, nos grupos de 1 a 4, serão chamados por ordem de classificação

Grupos 1 a 4

A distribuição das unidades será feita de acordo com o estabelecido no edital do Programa Viver Aqui e a ordem determinada pelo sorteio realizado em dezembro de 2016: 2 unidades para o Grupo 1 (pessoas portadoras de deficiência, com direito a 5% das unidades), 4 unidades para o Grupo 2 (idosos, com 10%), 22 unidades para o Grupo 3 (moradores de Jundiaí há mais de 5 anos e com, no mínimo, dois dependentes, o que representa 60%) e 8 unidades para o Grupo 4 (demanda geral, representado por 25%). A Imprensa Oficial desta quarta, dia 23, trouxe a publicação de um ato normativo (Edital nº 203), que regulamenta o chamamento dos inscritos.

Para quem está inscrito no Viver Aqui, a orientação é aguardar o contato da FUMAS, que será feito por telefone, email ou carta ou edital, caso a pessoa não seja localizada pelos outros meios. A partir do agendamento, o inscrito deverá comparecer à sede da FUMAS na data marcada, munido da documentação que comprove os dados informados no momento da inscrição. Para checar a ordem de classificação no Programa Viver Aqui, acesse o site da FUMAS no link:  http://fumas.jundiai.sp.gov.br/classificacao-do-programa-viver-aqui/

Assessoria de Imprensa – FUMAS
Fotos: Fotógrafos PMJ




Link original: https://fumas.jundiai.sp.gov.br/2017/08/residencial-camelia-o-primeiro-empreendimento-do-viver-aqui/