FUMAS | https://fumas.jundiai.sp.gov.br

Alceu de Toledo Pontes

Alceu de Toledo Pontes
(Prefeito interino, em 1947)

Principal atividade ou função histórica: Política (foi prefeito interino de Jundiaí em 1947)
Nascimento: 14/05/1900
Sepultamento: 13/08/1980
Localização: Quadra 15
Descrição do jazigo: Sepultura em granito, com predominância modernista.


Dados biográficos e menção histórica:

Umas das figuras mais conhecidas da cidade de Jundiaí no século XX. Formado em contabilidade, foi historiador, político e escritor, além de ter desempenhado várias outras funções sociais. Era serventuário de Justiça, tendo militado no foro de Jundiaí durante 46 anos, aposentando-se como tabelião. Durante sua vida exerceu vários cargos públicos, entre eles: prefeito municipal (em 1947), presidente do Gabinete de Leitura Ruy Barbosa, presidente da Casa da Criança, presidente da Sociedade Jundiaiense de Socorros Mútuos, provedor da Casa de Saúde dr. Domingos Anastácio, entre outros cargos.

Prestou serviço para a Revolução Constitucionalista de 1932, servindo o MMDC, no Correio Militar e na Guarda Municipal, tendo secretariado em Jundiaí a Campanha do Ouro para o Bem do Brasil. Participou da Comissão que escolheu a Bandeira de Jundiaí. Escreveu, em 1928, com a colaboração de João Batista Figueiredo, o “Almanaque de Jundiaí”, e colaborou juntamente com outro jundiaiense, o professor João Luis de Campos na classificação dos verbetes para o Grande e Novíssimo Dicionário da Língua Portuguesa, tendo seu nome impresso como lembrança na definição do verbo “aforar”. Foi eleito em 1966 membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.