FUMAS | http://fumas.jundiai.sp.gov.br

Antonio de Queiroz Telles (Barão de Jundiaí)

Principal atividade ou função histórica: político
Nascimento: 01/02/1789
Sepultamento: 11/10/1870
Localização: Quadra 27
Estilo arquitetônico: Clássico
Descrição do jazigo:
Conjunto com três obeliscos, dotados de pedestais de mármore sustentando esculturas. Obra realizada pelos artesãos e construtores Irmãos Martinelli, de São Paulo.

Dados biográficos e menção histórica:

O Barão de Jundiaí, que também era pai do Dr. Antonio de Queiroz Telles (o Conde do Parnaíba), foi um dos maiores fazendeiros da região. Com grande influência política, trabalhou na Câmara do Império e modernizou a arquitetura do casarão (onde hoje funciona o Museu Histórico de Jundiaí, o Solar do Barão). Fez doações de várias terras para a Igreja Católica e desenvolveu um importante trabalho social. Em sua lápide, há inscrições que marcaram sua vida como benemérito, tendo sido conhecido como “pai e protetor dos pobres”. Após sua morte, a Câmara independente da cidade resolveu prestar uma homenagem, denominando a antiga Rua Direita como Rua Barão de Jundiaí (Código Municipal do Logradouro: 0238-0).