FUMAS | http://fumas.jundiai.sp.gov.br

Coronel Joaquim de Siqueira Moraes

Coronel Joaquim de Siqueira Moraes
(Intendente em 1889)

Principal atividade ou função histórica: Política (foi intendente municipal em 1889, o equivalente ao cargo de prefeito de Jundiaí)
Nascimento: 20/06/1849
Sepultamento: 25/01/1935
Localização: Quadra 5
Descrição do jazigo: Sepultura em granito, com predominância modernista.
 

Dados biográficos e menção histórica:
 
Joaquim de Siqueira Moraes, filho de Antonio Siqueira Moraes e Márcia Moraes. Fez seus estudos no Colégio Diocesano de São Paulo. Lutou pela causa republicana e, ao ser proclamada a República, em 15 de novembro de 1889, foi indicado para assumir a Intendência Municipal, cargo que hoje representa o Prefeito de Jundiaí.

Como vereador, presidiu a Câmara Municipal em diversas legislaturas. Durante seu mandato como intendente, fez várias distribuições de terras, visando a expansão da cidade, na rua Capitão Damásio (hoje Rua Marechal Deodoro da Fonseca), Prudente de Moraes e Rua 15 de Novembro. Autorizou a Cia. Carril de Ferro Jundiaiense para exploração de bondes com tração animal.

Fez a doação do terreno à Cia. Paulista de Estrada de Ferro para a instalação de seus escritórios e oficinas. Instalou a primeira escola de ensino básico de Jundiaí: Grupo Escolar de Jundiahy, mais tarde denominado Grupo Escolar “Cel. Siqueira Moraes”. Seu nome consta como uma das principais ruas do centro de Jundiaí.