FUMAS | http://fumas.jundiai.sp.gov.br

Tenente Francisco Antonio Queiroz Telles

Principal atividade ou função histórica: militar e empresário
Nascimento: 16/02/1839
Sepultamento: 10/10/1924
Localização: Quadra 32
Estilo arquitetônico: Neo Clássico
Descrição do jazigo:
 Mausoléu construído em mármore Carrara não polido, montada sob base de granito. O teto possui lâminas de bronze em forma de abóbada central e nas janelas há quatro vitrais de santos: Sant´Ana, Santa Gertrudes, Santa Escolástica e São Francisco de Borghia. Na parte superior da entrada principal, estão esculpidas figuras de anjos com as inscrições do patriarca da família. Esta capela foi construída na Itália e transportada ao Brasil em módulos para viabilizar sua montagem final. É a obra mais simbólica do acervo do Cemitério Nossa Senhora do Desterro, tanto pela sua importância artística e arquitetônica, quanto pelo valor histórico.

Dados biográficos e menção histórica:

Filho de Antonio de Queiroz Telles, o Barão de Jundiaí, Francisco foi um dos homens mais atuantes da vida social da cidade no Século XIX. Em 1901, liderou um grupo de cidadãos jundiaienses que viabilizaram os primeiros dutos de captação de água do Rio Japy para o abastecimento de água de Jundiaí.