FUMAS | https://fumas.jundiai.sp.gov.br

Novo Jardim São Camilo: 400 moradias serão construídas

Publicada em 23/09/2013 às 07:56
Prefeito e superintendente da Caixa assinam o contrato

Prefeito e superintendente da Caixa assinam o contrato

O início da solução de um problema histórico na cidade começa a sair do papel. A Prefeitura de Jundiaí assinou nesta sexta-feira (20), com a Caixa Econômica Federal, o contrato para a construção de 400 moradias no Jardim São Camilo. O prazo para o início da construção é de até 90 dias e a obra deve ficar pronta em até 18 meses. “É o início da reurbanização do Jardim São Camilo, esperada pelos moradores há 30 anos”, comemorou o prefeito Pedro Bigardi.

A cerimônia de assinatura contou com a presença do superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF), Henrique Parra Parra, além de grande parte do secretariado municipal e de vereadores. O prefeito destacou o empenho das equipes da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) e da Caixa, que possibilitou que o contrato fosse aprovado em tempo recorde. A Prefeitura fez o chamamento para as construtoras interessadas em julho deste ano e, em dois meses, o projeto foi aprovado e assinado.

“Percebemos uma sintonia, um excelente diálogo entre a Fumas e a Caixa. Tudo isso está proporcionando os resultados de hoje e de muitos outros que virão”, destacou Henrique Parra Parra.

Para o prefeito Pedro Bigardi, esse é um passo importante para o projeto de reurbanização do bairro. “É uma vitória e quem ganha é a população mais carente. Estamos estudando outras áreas no entorno para continuar a reurbanização”, afirmou o prefeito.

Parceria

A diretora de Habitação da Fumas, Tatiana Reis Pimenta, explicou que as 400 moradias serão destinadas para assentar famílias do próprio bairro que hoje vivem em áreas de risco.

“Estamos vivendo o dia a dia da comunidade nestes últimos meses. Este projeto está sendo desenvolvido respeitando as moradias que já existem. A gente está separando o que precisa ser removido daquilo que tem condições de ser mantido, porque existem ali também moradias consolidadas”, disse.

Segundo Tatiana, toda a comunidade do São Camilo está participando e ajudando no processo de reurbanização. “A gente consultou a população e os próprios moradores optaram por começar a reurbanização pela rua José Maria Whitacker, onde as famílias já estão sendo removidas e o córrego será canalizado. Foram eles também quem escolheram o local da construção, na avenida Giustiniano Borin.”

mapa_G

Empreendimento será construído numa área da avenida Giustiniano Borin

Infraestrutura 

Além dos recursos para a construção das moradias, o prefeito também anunciou que já foi feito um pedido no Ministério das Cidades para obras de infraestrutura no bairro. São R$ 15 milhões de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e mais R$ 2 milhões de contrapartida da Prefeitura, totalizando R$ 17 milhões.

O valor total do contrato é de R$ 37,7 milhões. A maior parte dos recursos (R$ 27,7 milhões) vem do Governo Federal, por meio do programa Minha Casa Minha Vida. O Governo do Estado, por meio do programa Casa Paulista, vai repassar R$ 10 milhões. A Prefeitura de Jundiaí fez a doação do terreno.

A Construtora e Incorporada Faleiros Ltda. é a responsável pelas obras.

Reurbanização em números:

Total: 400 unidades, divididas em 25 prédios de quatro andares
Valor do contrato: R$ 37,7 milhões
Início das obras: até 90 dias
Prazo de entrega: 18 meses, a partir da assinatura do contrato
Responsável pela obra: Construtora e Incorporadora Faleiros Ltda.
População: cerca de 13 mil pessoas, segundo Censo 2010 (IBGE)

Por Niza Souza

 


Leia mais sobre
Link original: https://fumas.jundiai.sp.gov.br/2013/09/novo-jardim-sao-camilo-400-moradias-serao-construidas/